notícias

Diretoria e unidades regionais da FIEPE se reúnem, em Caruaru

06/04/2017

Pela terceira vez, Caruaru foi sede da reunião da Diretoria da FIEPE do encontro das regionais Agreste, Sertão do São Francisco e Sertão do Araripe. A agenda ocorreu no último dia 3 de abril na Unidade Regional Agreste da Federação e contou com a presença de mais de 30 empresários do setor industrial de Pernambuco. O presidente da FIEPE, Ricardo Essinger, o primeiro diretor administrativo, Felipe Coêlho, e o primeiro vice-presidente, Alexandre Valença, conduziram as atividades juntamente com o diretor regional Agreste, Andrerson Porto.

 

Antes da reunião, uma visita ao Armazém da Criatividade, expansão do Porto Digital no interior do Estado, foi realizada. O grupo assistiu ao vídeo institucional do Porto Digital que aborda o processo de criação do parque, responsável por colocar Pernambuco como um dos maiores polos de referência em tecnologia da informação e economia criativa. Em seguida, foram guiados pela unidade para conhecer a estrutura de laboratórios e equipamentos de alta perfomance. A superintendente de empreendedorismo do Porto Digital, Ana Roberto Souto, e sua equipe acompanharam a comitiva fornecendo informações e tirando dúvidas sobre os serviços do Armazém.

 

Já na unidade, o plano de ação para as demandas apontadas na reunião anterior foi demonstrado e o Regimento do Conselho Empresarial Regional da Federação foi apreciado e aprovado. Além disso, SESI, SENAI, IEL e CIEPE, casas que compõem o Sistema FIEPE, apresentaram seus panoramas atuais e as regionais puderam fazer seus relatos. “O modelo de reunião itinerante adotado é muito oportuno, visto que aproxima a Diretoria dos Conselhos Regionais, possibilitando uma intensa troca de conhecimentos. Permite ainda que a Diretoria conheça empreendimentos e projetos instalados nas cidades de atuação das regionais, a exemplo da excelente visita que fizemos ao Armazém da Criatividade, ação do Porto Digital, que será o embrião do futuro Parque Tecnológico do Agreste”, destaca Andrerson Porto.

 

Para o primeiro diretor administrativo, Felipe Coêlho, a agenda “foi um momento bastante enriquecedor porque, além da ordem do dia, pudemos conhecer todo o suporte que o Armazém da Criatividade tem a oferecer e provocamos o debate sobre como a indústria pode ser beneficiada por este espaço de inovação e tecnologia. Quanto mais estreita for a relação das empresas com o Armazém, mais possibilidades teremos de fortalecer a competitividade da indústria”, finalizou. 

 

Arquivos